Discectomia

Retirada cirúrgica da hernia de disco. Pode ser realizada por diferentes métodos.

Convencional: incisão é feita na região posterior da coluna, retirando-se toda a parede óssea posterior (lâmina e facetas articulares) do lado afetado e afastando-se a raiz nervosa comprimida para acessar o disco intervertebral doente.



Minimamente Invasivos: Através de tubos dilatadores, chega-se até a parte posterior da coluna sem maiores danos aos tecidos e musculatura posterior. Abre-se uma pequena janela na parede óssea posterior, o que permite a descompressão das estruturas nervosas. Na maioria dos casos, não é necessário utilizar parafusos pediculares e o movimento do nível afetado não é perdido.

Artroplastia: a troca do disco pode ser realizada substituindo-se a articulação doente por uma artificial. Os discos intervertebrais apresentam capacidade de carga e movimentação. Na artrodese apenas a capacidade de carga é substituída, mas a movimentação do nível operado é perdida. A artroplastia tem como objetivo principal substituir mais naturalmente o disco doente, permitindo movimentação e capacidade de carga, além de aliviar as dores.



REFERÊNCIA:
Imada AO et al. Minimally Invasive Versus Open Laminectomy/Discectomy, Transforaminal Lumbar, and Posterior Lumbar Interbody Fusions: A Systematic Review. Cureus. 2017;9(7):e1488.